As franquias podem ser uma opção interessante para os empreendedores que pensam em abrir o próprio negócio, principalmente pelas vantagens em investir em uma marca já consolidada no mercado. Mas não é só isso que o empresário deve ter em mente quando for entrar neste sistema!O motivo é que a relação entre franqueadores e franqueados é uma via de mão dupla. Por isso é importante ressaltar que, se você optar pelo sistema de franchising, precisará obedecer algumas regras pré-determinadas pela rede, além de incluir no orçamento o pagamento da taxa de franquia e outras responsabilidades que farão parte do investimento.

Portanto, avaliar a capacidade financeira e conhecer todos os números necessários para o investimento são medidas importantes para aqueles que desejam entrar no sistema de franchising.

💰 Taxa de franquia

A compra de uma franquia inicia uma relação entre o franqueador-franqueado e isso inclui uma série de taxas que deverão ser pagas durante as atividades da nova unidade. Estes valores colaboram para o desenvolvimento de todas as fases do negócio e para o sucesso do empreendimento.

Diferente dos empreendedores que decidem começar um negócio do zero, ao comprar uma franquia, geralmente no momento da assinatura do contrato, o empresário faz um investimento inicial que normalmente é previsível, definido e quitado em um único pagamento: a taxa de franquia, que também é conhecida como taxa inicial, taxa de adesão ao sistema, taxa de licença ou franchise fee.

Ao pagar a taxa de franquia, automaticamente o empreendedor entra para a rede do mercado desejado. Ele ainda ganha o direito de participar do sistema e de fazer uso da marca para a implantação de uma nova sede.

Desta forma, a taxa de franquia pode ser definida como uma alternativa de “pagamento” do dono da marca pelo suporte oferecido e expansão do negócio. É bom deixar claro que não é só o franqueador que sai ganhando! De um modo geral, ao quitar a taxa de franquias o empreendedor garante para si uma série de benefícios, como todo apoio no período de implantação da franquia, escolha do local, inauguração, treinamento do franqueado e funcionários.

Na Vezpa, por exemplo, existe análise de mercado em potencial e estudos para a definição do melhor local para a instalação de cada unidade. O empreendedor também conta com análises financeiras de viabilidade do negócio, treinamentos intensivos e acesso ao sistema integrado de atendimento e de gestão exclusivos. Quer saber mais sobre o nosso negócio? Então, acesse mais informações neste link.

💰 Capital de giro

Para ter sucesso no mercado de franquias é preciso fazer um bom planejamento financeiro que vai muito além de ter dinheiro no bolso para investir, quitar a taxa de franquia e instalar a unidade.

Até que a franquia comece a ter o lucro desejado, o empreendedor deve ter um dinheiro guardado para gerenciar o negócio no início dos trabalhos, naquele período em que a empresa ainda não teve o retorno financeiro suficiente para quitar as próprias despesas.

Para manter um bom capital de giro e como garantia para evitar o desespero em casos de imprevistos, uma boa dica é ter mais do que o valor divulgado da taxa de franquia e instalação de equipamentos, além de uma previsão de, no mínimo, seis meses de fluxo de caixa.

💰 Taxa de royalties

Além da taxa de franquia, o empreendedor deve estar preparado para pagar uma porcentagem de valor fixo, previamente definida no contrato, sobre o total da lucratividade bruta da empresa: a taxa de royalties.

Segundo a Lei de Franquia Brasileira (Lei 8.955/94), os royalties são definidos como a “remuneração periódica pelo uso do sistema, da marca ou em troca dos serviços efetivamente prestados pelo franqueador ao franqueado”. Vale lembrar que esta Lei não determina os tipos de royalties que devem ser cobrado, cabendo ao franqueador definir o critério para calcular esta taxa.

A boa notícia é que o empreendedor também sai ganhando: o valor que é repassado para o franqueador geralmente garante investimentos em pesquisas, melhorias dos produtos e serviços, treinamentos e manutenção de tecnologias, dentre outras ações.

Na Vezpa a taxa é revertida em melhorias constantes do sistema de informações e de compras, treinamentos, consultorias periódicas, acompanhamento da performance das unidades, além de desenvolvimento de novos produtos. Clique aqui  e saiba tudo sobre o suporte oferecido pela franquia.

É importante saber que a taxa de royalties deve ser paga durante toda a vigência do contrato, em prazos que variam de franquia para franquia. Tudo deve ser estabelecido no contrato.

💰 Taxa de propaganda

Por se tratar de uma marca testada, padronizada e consolidada no mercado, o empreendedor não precisa ter a mesma preocupação de divulgar o produto, como teria que fazer caso começasse um negócio do zero. Entretanto, cabe a ele colaborar com os gastos da publicidade da marca, por meio da taxa de propaganda.

O objetivo da taxa de propaganda, paga pelo franqueador de acordo com prazos pré-estabelecidos, é garantir recursos para a implementação comercial da franquia e de toda a rede, divulgação da marca, produtos ou serviços em diversos veículos de comunicação.

A Vezpa procura investir em uma comunicação bem diferenciada, com uma pegada jovem e moderna, toda padronizada nas lojas. Utilizamos mídias limpas e apoiamos causas socioculturais, a fim de maximizar o poder de compra do fundo de propaganda e gerar impacto sem o uso de mídias convencionais saturadas.

Fique ligado!

Ao empreender em franquias, não se esqueça de avaliar seu potencial econômico, o valor da taxa de franquia e se este valor corresponderá aos benefícios proporcionados pela franqueadora. Além do preço do primeiro investimento no negócio, conheça ainda todas as demais taxas que deverão ser pagas.

Saber tudo sobre as taxas exigidas em determinada franquia é fundamental para a escolha do seu negócio. Desta forma, você poderá prever o fluxo de caixa do futuro empreendimento, o que poderá fazer toda a diferença!